Pitty lanca projeto folk

Depois de Luiz Caldas, Pitty tambem andou bebendo alguma agua suspeita. Achei que meu dia seria sem graca ateh ler essa noticia

“Pitty divulga duas novas músicas de seu projeto folk” (veja materia completa aqui)

Me borrei de rir. Achava engracado qnd chamavam ela de cantora de rock, agora chamar de folk sera de se mijar as calcas.

Enfim, pra nao me chamarem de preconceituoso, fui no myspace do projeto e soh tenho uma coisa a falar: ISSO NAO EH FOLK!!!! Quer saber oq eh folk? Te mostro:

Isso eh folk:

Isso aqui tambem eh folk:

Isso aqui eh folk:

Agora aquilo q eu escutei eh no maximo pop de mal gosto

(definicao de folk – A música folclórica ou folk music, segundo a etimologia do termo adotada no século XIX, era a música feita pela sabedoria popular (“folk lore”). A denominaçāo indicava especialmente a música feita pela sociedade pré-industrial, fora dos circuitos da alta cultura urbana.) – tirado do wikipedia

Pantera criando um mundo melhor


Influenciado por Pantera, ‘criador do axé’ grava disco de rock

Projeto de Luiz Caldas inclui duas caixas de discos com vários estilos.
Canções inéditas vão do samba a músicas gravadas em tupi.

Roqueiros do Brasil, se preparem para o novo ídolo do rock nacional: Luiz Caldas. Pelo menos é isso que o músico baiano, auto-proclamado “criador da axé music”, está prometendo para 2009. Seu álbum de rock, chamado “Castelo de gelo”, faz parte de um projeto mais ambicioso ainda, que inclui duas caixas de discos (com cinco CDs em cada) até o fim do ano, reunindo um total de 130 músicas, todas composições de Caldas.

Algumas dessas composições, como o heavy metal “Maldição”, podem ser ouvidas no MySpace do cantor. Influenciado por Pantera, Kreator, Genesis, Beatles e Police, entre outros, Caldas gravou seu disco de rock com André T., produtor de bandas do rock baiano como Retrofoguetes e Cascadura, e com a participação do baterista Rex, do Retrofoguetes.

O cantor, que adotou o tênis All Star para os pés (Caldas é conhecido por se apresentar descalço), diz que o disco é eclético, com músicas indo do rockabilly ao punk, passando por baladas e “músicas mais lisérgicas, como Pink Floyd”.

Segundo Caldas o projeto, que inclui discos de samba, forró, axé, mpb e até um álbum com letras em tupi, foi inspirado por George Harrison. “Quando George saiu dos Beatles, ele lançou um disco triplo, de tanto material que ele tinha acumulado. Eu não posso ficar atrás dele, né?”, desafia.

ANTES:

DEPOIS:

Myspace dele aqui.

Confira a noticia completa aqui.